segunda-feira, 13 de junho de 2011

famalicão 1940



o ano de 1940 é marcado pelas comemorações centenárias, mais propriamente os 800 anos, da fundação de portugal, às quais famalicão se aliou com um programa próprio. aliás, em junho, receberia a visita do então presidente da república general carmona. a preparação da sua vinda foi então realizada por alexandrino costa, secretário da união nacional, e pelo presidente da câmara da época, rodolfo aguiar. de salientar, que as respectivas festas centenárias da fundação da nacionalidade, seriam terminadas em famalicão. Camilo, como sempre, esteve em foco, nomeadamente em junho, e durante todo o ano, a propósito da reabilitação do museu camiliano. josé casimiro da silva escreveria um extenso texto teórico à volta do pensamento literário de camilo, baseando-se em ramalho ortigão, oliveira martins, trindade coelho, alberto pimentel, entre outros, relacionando a obra literária do habitante de seide com alguns escritores, nomeadamente dickens. quem escreve outro artigo é oliveira bente com o título "camilo e eça: anotações camilianas à relíquia". o ano de 1940 traz à luz o inestimável documentário sobre famalicão de manuel de oliveira, o qual é apresentado pela primeira vez no teatro s. joão, no porto. num ano em que se comemorava igualmente os trinta anos da implantação da república em portugal, a 6 de outubro o editorial, possivelmente de autoria de josé casimiro da silva, salienta a nova república nos seguintes termos: "as "várias formas de governo, desde a democrática à presidencial e desde a presidencial à corporativa." estamos na época, portanto, de um república corporativa. de salientar ainda, já no final do ano, a homenagem em seide ao p. sena freita, pela amizade que manteve com camilo. apresento um filme baseado no jornal "estrela do minho" deste ano de 1940.





  • António da Silva Rego - "O Padroado Português do Oriente".








  • Nuno Simões - "Portugueses no Mundo".



  • Martins Lima - "Famalicão nas obras de Júlio Dinis".



  • Sporting Clube de Famalicão - "Festas do S. Miguel: programa geral e indicações úteis".



  • É colocada na Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide, uma lápide em homenagem ao P. Sena Freitas, no ano do centenário do seu nascimento, pela sua amizade com Camilo.



  • A publicação "Braga nas Comemorações Centenárias" contém vária informação sobre Vila Nova de Famalicão e o seu respectivo concelho, principalmente sobre a agricultura e os seus agricultores e as respectivas quintas. A este propósito, é de salientar o artigo de J. A. Pires de Lima com o título "V. N. de Famalicão: confronto entre a antiga e a moderna agricultura".




  • É apresentado no teatro S. João, no Porto, o documentário cinematográfico "Famalicão", realizado por Manuel de Oliveira.


  • É apresentado o Programa das Festas Centenárias do Concelho de V. N. de Famalicão, da fundação da nacionalidade portuguesa, que se realizaram então em Guimarães.



  • A convite da Comissão Municipal da Obra das Mães pela Educação Nacional, Laura Cunha Matos realiza uma conferência no Salão Olímpia.



  • Armando Bacelar, com o pseudónimo Eugénio Bastos Freire, inicia a sua colaboração na revista portuense "Pensamento".




  • Falecimento de Henrique Garcia Pereira Martins, o 1.º bibliotecário da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco.



    video

Sem comentários:

Enviar um comentário